Menu
* PREÇO DOS PRODUTOS:

Você está visualizando preços para: EMPRESA COM INSCRIÇÃO ESTADUAL Estado: SÃO PAULO - CLIQUE PARA ALTERAR

Qual a melhor Câmera de Segurança?

Qual a melhor Câmera de Segurança?

Tipos de Câmeras

Existe uma infinidade de modelos de câmeras de segurança disponíveis no mercado. Porém, elas podem ser divididas em 3 grandes grupos: Bullet (Canhão), Dome e Câmera IP. Oferecem diferentes funções e têm diferentes objetivos.

Câmera Bullet

A Câmera Bullet é a que tem um formato maior e é mais indicada para ambientes externos, mas nada impede que seja utilizada em ambientes internos. Normalmente vêm com um “braço” que permite virá-la em várias direções e mudar o ângulo em que irão filmar.

Para que seja possível usá-las na área externa, as câmeras precisam oferecer vedação IP66, o que significa que ela é completamente vedada contra poeira e jatos d’água, como chuvas e tempestades, por isso, fique de olho nessa importante característica ao procurar uma câmera para área externa.

Outra informação importante sobre a câmera totalmente vedada é que o fio de conexão (rabicho) deve ficar virado para baixo e o motivo é simples de entender. Quando o cabo está virado para baixo, a água passa por ele e depois vai para o chão graças à gravidade. No caso de um cabo virado para cima, a água irá percorrer todo o cabo e molhar os circuitos internos da câmera. Isso irá causar a oxidação dos componentes e você perderá a câmera por um simples detalhe.

camera do tipo bullet

Câmera Dome

As Câmeras Dome são essas que tem um formato redondo, um design mais compacto e mais fácil de combinar com ambientes internos. São mais indicadas para ambientes internos e se encaixam bem no teto e nas paredes, principalmente em cantos. Existem modelos dome que podem ser usados em ambientes externos, mas devem ter vedação IP66 para que isso seja possível.

As câmeras desse tipo que são vedadas precisam que até mesmo o cabo tenha uma vedação externa, pois ela fica presa ao teto e a água poderia facilmente invadir os circuitos internos da câmera e danificá-la.

câmera do tipo dome

Câmera IP

As câmeras IP oferecem recursos adicionais que são excelentes para uma série de empresas e residências. Elas oferecem conexão com a internet, podem salvar os vídeos na nuvem e ser acessadas por smartphones, o que permite que você visualize as imagens da câmera em tempo real a qualquer momento. Outra grande funcionalidade desse tipo de câmera é que só é necessário um cabo ethernet e um cabo que se conecta à tomada.

Essas câmeras também oferecem vantagens como um maior número de megapixels (até 3 vezes maior do que as câmeras analógicas). E não importa o quão longe as câmeras estão da central, se há conectividade com a internet, elas transmitem as imagens.

É importante lembrar que é necessário configurar a rede para que todas as câmeras estejam interligadas com os computadores da empresa.

câmera IP Axis

Sensor e Resolução

As câmeras têm diferentes tipos de sensores e cada um deles tem funcionalidades diferentes. Podem ser de 1/3, 1/4 ou classificado pelo número de linhas. Que vão desde 500 linhas até 800 linhas. Normalmente, quanto maior o número de linhas, melhor a resolução. Um sensor de 1/3 irá oferecer um ângulo maior de visão, enquanto que o sensor de 1/4 tem um ângulo de visão menor. Portanto, se a visão precisa ser mais ampla, como em uma sala grande, no estoque, entre outros locais amplos, é melhor usar um sensor 1/3. Agora, se é preciso que a câmera foque em um local específico, como caixas, em uma determinada porta, entre outros locais, o sensor de 1/4 é mais indicado.

É claro que o sensor não é o único fator determinante no momento de definir o ângulo de visão necessário, a lente também tem um papel fundamental nessa característica da câmera.

Lentes e Ângulo de visão

Para explicar de uma forma simples, quanto maior a lente, menor é o ângulo de visão e vice-versa. Assim, uma lente maior vai oferecer uma visão menos ampla para a câmera, ou seja, com um foco mais específico. Uma lente menor irá oferecer um ângulo maior e um foco mais amplo, é claro que estas características também estão diretamente ligadas ao tamanho dos sensores.

A lente mais comercializada hoje é a de 2.8mm que oferece 86º de ângulo de visão. Existem vários outros tamanhos como: 3.6mm, 4.0mm, 6.0mm e 12mm. Cada uma é melhor para diferentes situações. Imagine que quanto maior a lente, mais “zoom” na imagem.

Infravermelho

As câmeras de segurança são equipadas com uma série de leds que emitem infravermelho, responsável por tornar possível fazer imagens no escuro em preto e branco. Não é o número de leds que indica qual é a melhor para o seu estabelecimento, mas a quantidade de metros, indicada pelo fabricante nos dados técnicos dos equipamentos, que o sensor é capaz de chegar. Existem desde câmeras capazes de filmar a até 10 metros de distância, até câmeras que ultrapassam 25 metros. Tudo depende da necessidade da sua empresa ou residência.

Uma dica importante sobre o infravermelho das câmeras, é que é necessário que exista uma “barreira” (muros, paredes, etc) para que a câmera seja capaz de filmar. Por exemplo, em sítios e estacionamentos muito grandes, não há uma barreira em que o infravermelho possa “bater e voltar”, assim, não é possível fazer a imagem. É importante ter isso em mente quando pensar onde instalar a sua câmera.

Tecnologia

Com o passar dos anos e a evolução da tecnologia de captura de imagens, muitos tipos diferentes de tecnologias foram criados. São elas: AHD, HDTVI, HDCVI ou IP. Com exceção das Câmeras IP, todas as outras são tecnologias analógicas. Além disso, cada uma têm características específicas e vamos explicá-las para que não fiquem dúvidas.

HDCVI

A Tecnologia HDCVI (High Definition Composite Vídeo Interface ou Interface Composta de Vídeo de Alta Definição) foi criada por uma empresa japonesa chamada Techpoint e entrou no mercado ao oferecer câmeras com resoluções de 720p (HD) ou 1080p (Full HD) e os cabos eram capazes de até 500m de conexão sem perder a qualidade.

Atualmente, a tecnologia em vigor é a HDCVI 3.0 e é capaz de transmitir imagens com resolução de 720p a uma distância de até 1200m e 1080p a até 800m. Essa tecnologia também garante a alimentação e transmissão de imagens pelo mesmo cabo coaxial, esta tecnologia é conhecida como POC (Power over Coax).

Os cabos utilizados garantem mais segurança no momento de captar imagens, pois são pouco vulneráveis a interferências eletromagnéticas e ruídos, além de serem completamente compatíveis com controles de áudio. Porém, um ponto negativo de uso dessas câmeras é que as imagens não são tão nítidas em ambientes com pouca luz. Mas o baixo custo e as suas outras características podem fazer o investimento valer a pena.

HDTVI

A tecnologia HDTV (High Definition Transport Video Interface ou Interface de Transporte de Vídeo em Alta Definição) foi criada pela empresa chinesa Dahua. Tem a tendência de se tornar o tipo de sistema mais utilizado, pois oferece uma arquitetura aberta, o que significa que vários fabricantes podem utilizar essa tecnologia. Oferece boa visibilidade mesmo com pouca luz, além de usar o cabeamento tradicional, porém, é necessário trocar os equipamentos de gravação e o DVR quando estiver trocando equipamentos analógicos tradicionais.

A versão 3.0 da HDTVI também usa a tecnologia POC, que é a alimentação e transmissão de imagem pelo mesmo cabo coaxial.

AHD

A tecnologia AHD (Analogic High Definition ou Alta Definição Analógica) também oferece arquitetura aberta, além de ter boa compatibilidade com sistemas analógicos. O preço pode variar bastante e elas oferecem algo que pode ser uma vantagem para algumas empresas, que é a conexão direta com monitores. Vale lembrar que quando esta câmera é conectada diretamente a um monitor, a imagem formada é em preto e branco.
Uma grande desvantagem dessa câmera é que mesmo nas resoluções HD e Full HD, as imagens não são tão nítidas quanto as outras tecnologias citadas.

Por que se preocupar com a tecnologia de leitura?

Quando você for montar o seu kit de câmeras, todas elas precisam ser da mesma tecnologia, pois não é possível adaptar uma câmera HDTVI para trabalhar com uma AHD ou HDCVI. A verdade é que essas tecnologias são concorrentes e não há interesse entre as empresas de criar esta compatibilidade. Por isso, é preciso atenção na hora de definir qual será a tecnologia utilizada no seu sistema.

Essa imagem mostra um comparativo entre a filmagem de cada um dos modelos:
comparativo Imagem das câmeras analógicas

Conclusão

São muitas variáveis que devem ser consideradas antes de comprar uma câmera para fazer o monitoramento da sua empresa ou residência. Esperamos que com este artigo você não tenha dúvidas no momento de escolher a melhor câmera para as suas necessidades. Porém, caso ainda tenha alguma dúvida, utilize a seção de comentários aqui embaixo, será um prazer ajudar. Além disso, você sempre pode entrar em contato com um dos nossos consultores.


Avaliações e Comentários

Adicionar Avaliação e Comentário
Utilizamos cookies essenciais para melhorar sua experiência de navegação.

* Visualizando preços para EMPRESA COM INSCRIÇÃO ESTADUAL - SÃO PAULO. Alterar

Meu Carrinho
0
Aguarde...
Loading
Icone GeoTrust