Menu
* PREÇO DOS PRODUTOS:

Você está visualizando preços para: EMPRESA COM INSCRIÇÃO ESTADUAL Estado: SÃO PAULO - CLIQUE PARA ALTERAR

Datalogic testa super esteira em mercado de Curitiba

Datalogic testa super esteira em mercado de Curitiba

Nominada de Jade, o equipamento opera em velocidade 5 vezes mais rápida que as demais e conta com tecnologia que reduz a 2% o índice de falhas

Uma solução da Datalogic promete lidar com uma das questões que mais afetam os supermercados: a demora no atendimento dos caixas e a formação das filas. O equipamento recebeu o nome de Jade e se trata de uma tecnologia que permite aos clientes colocar itens em qualquer orientação na esteira, desde que em uma fila indiana. As 16 câmeras e o conjunto de sensores são capazes de fazer a leitura, mesmo em um ritmo acelerado.

A partir disso, os produtos passam por arcos de digitalização, com tecnologia de imagem avançada, capaz de ler códigos de barras e reconhecer visualmente os itens, mesmo que estejam em uma velocidade de 1,2 km/h – o equivalente a 34 cm/s. Trata-se de mais um incentivo ao self check-out, prática que está se tornando cada vez mais comum no Brasil.

Segundo a Datalogic, um dos benefícios do equipamento é a redução de perdas, já que a mescla de tecnologias, como o reconhecimento de padrões visuais (Visual Pattern Recognition) e o software JadeASSIST (que aumenta a capacidade de captura dos itens), garante que eles  sejam lidos automaticamente. Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras) mostrou que 2,26% do faturamento de supermercados é desperdiçado por perdas de estoque.

Experiência na vida real

Uma experiência apresentada pelo jornal Gazeta do Povo mostrou que os benefícios listados pela Datalogic são, de fato, reais. O supermercado da Rede Condor, localizado em Curitiba, está usando a esteira, sem qualquer tipo de incidentes. Em razão do seu formato de “V”, o equipamento chama a atenção dos consumidores. Além disso, sua velocidade chega a ser cinco vezes mais rápida do que os caixas convencionais, segundo a equipe de Tecnologia da Informação da Rede.

Em razão do posicionamento dos sensores, a Jade busca o código de barras dos produtos por todos os ângulos viáveis, incluindo um de baixo, que está localizado em uma faixa próximo ao fim da esteira. Além disso, as câmeras fotografam e capturam as imagens dos produtos, coletando dados como cores, dimensões e registrando no sistema.

A evolução da tecnologia prevê que o equipamento seja capaz de identificar os itens em produtos próximos e não necessariamente em fila indiana, o que aceleraria o processo de atendimento. Atualmente, a tela exibe, em tempo real, os produtos inseridos na esteira – se houver algum problema, o visor fica em cor vermelha e uma faixa de LED na mesma cor se acende na esteira. Se estiver tudo em conformidade, o cliente apenas deve pagar com seu cartão de crédito ou débito – dinheiro não é aceito.

Presença humana

No supermercado Condor, dois funcionários acompanham o dia a dia da Jade, na relação com seus clientes. Se houver algum tipo de problema com algum produto, ele conta com um scanner de mão para fazer a leitura adequada. Os produtos do hortifrúti também precisam passar pelos funcionários A expectativa da Datalogic é que os erros aconteçam em cerca de 2% do total de produtos escaneados.

Em razão da velocidade da esteira, outro funcionário se posiciona no empacotamento de produtos, garantindo que a máquina possa exercer a sua função no estabelecimento.

Interessado em iniciar a automação comercial do seu negócio? Acompanhe as dicas do Blog da Bz Tech e tire as suas dúvidas com os nossos consultores em relação aos equipamentos necessários ao seu negócio.

 


Avaliações e Comentários

Adicionar Avaliação e Comentário

* Visualizando preços para EMPRESA COM INSCRIÇÃO ESTADUAL - SÃO PAULO. Alterar

Meu Carrinho
0
Aguarde...
Loading